Até A Mais Bela Orquídea Tem Espinhos...

A minha foto
Terra do Nunca, Jardim Paraíso
Sempre Substituível. Extremamente Única. Imperativamente Inigualável ... Muito mais que uma flor de jardim - uma Espécie.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Pensamento da Semana:




O Nosso Amor é Verde...

... Veio Uma Vaca e Comeu!




Esta é a prova!

O Melhor Amigo do Homem...



Snoopy


O mais Cool *




O cachorro pensativo, cujo melhor amigo é um pássaro e que parece mais esperto que seu mestre humano - Charlie Brown - foi nomeado o melhor cão da história numa votação onde a "pequena" Lassie ficou de fora e o nosso querido Scooby Doo (o cão mais medricas de todos os tempos) ocupou o 3º lugar do pódio!

Relembro aqui o nosso querido amiguinho, do qual sou super fã, e deixo uma pequena curiosidade:

O melhor cão do Mundo tem, precisamente, 59 anos! Velhinho, mas para sempre na nossa memória :)


Snoopy! Sai de cima do Tejo!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

E se o Seinfeld fosse feito nos Açores?

Passei 2 segundos apenas para partilhar esta relíquia!
Já tinha visto muitos...mas este matou-me!!


Volto... um dia destes ;)

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

E de repente ficou frio...

Trazia hoje tanta saudade, tanta alegria, tanta vontade para contar tanta coisa...

Bastou parar, ver e de repente... Ficou frio.

Devia lembrar-me que a verdade, mesmo quando não é procurada, vem sempre cá ter...





...Menina Estúpida!
(de facto, há coisas contra as quais não conseguimos lutar... )

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

PS:


... A propósito da Sexta-Feira (relembro que Sexta-Feira é o TAL dia D), falta-me apenas partilhar que a pétala do meu trevo (perdida algures em meados de Agosto) parece estar de volta!


Os meus 2 números e 1 estrela (tão comuns das minhas sextas e que tinham dado sumisso sem razão aparente) parecem ter voltado ás Luzes da Ribalta!


Portantos (com 'S' é outra ênfase!), juntando ao facto de ser Sexta-Feira e da minha Sorte estar de volta, antes de me ausentar prás Bahamas, vou - pura e simplesmente - colocar os números da minha fortuna em forma de cruzinhas =D


E como diz o Porcalhão do Sô João Colasso: Parar é Morrer! SEXTA-FEIRA ON FIRE :)

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Makes Me Wonder...


"Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata.... Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é treta. Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável... Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples... Um dia percebemos que o comum não nos atrai... Um dia saberemos que ser classificado como o "bonzinho" não é bom . Um dia perceberemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em ti... Um dia percebemos que somos muito importantes para alguém, mas não damos valor a isso... Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais... Enfim... Um dia descobrimos que apesar de viver quase um século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para dizer tudo o que tem que ser dito... O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras... Quem não compreende um olhar tão fraco compreenderá certamente uma longa explicação..."

Não sei quem escreveu... But... It makes me wonder!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Good Things Don't Always Come To You

... I Agree! But it doesn't mean that it's gonna last forever...



Though you're lost in me, you have to see, when things, ain't right,
funny memories, won't fill this need, when things, ain't right.
safe mistakes, I have made, get burnt up inside my head,
fatal sees, but never believes, the love that it saved wants death.
Friends die hard, but lovers conceive.The vibe that they hold will please, smothered by, sexualneeds,the fade as the days go by.
Some things, don't go as you want them to,
good things, they don't always come to you.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Deixa-me...


... em Paz *

(só hoje)

Falling House



" O que é para ti uma casa? Os braços de quem amas ou o lugar onde te escondes dos dedos dos teus próprios demónios? É a estrada que tens à frente ou a cadeira onde te sentas no final da viagem? É a tenda de um circo itinerante, um navio naufragado ou o farol levantado em terra firme? É o sítio onde vives ou a última morada para o envelhecer dos ossos? Um bocado de terra santificada ou as pedras que fazem o chão de uma revolução profana?

Será uma rua sem nome, as paredes de um quarto ou a gaveta de madeira onde se acumularam memórias de juventude? É um desejo, um objecto perdido ou é essa coisa que bate dentro do teu peito? É um palco descoberto e repleto de gente, um corredor silencioso ou é o som da caixa de música onde apenas dançam dois bonecos? É a paisagem pintada na tela, o pó que encobre o teu soalho ou será o simples conforto de ter um corpo que não conhece dor?

Por detrás ou para além de paredes, portas e fechaduras, as histórias de uma multidão de palhaços, dançarinos, animais e homens simples transformam-se em canções sobre o desvanecimento, a morte, o sonho e o desejo. "

Existem muitas chaves para os lugares desta casa.
... mas nem todas abrirão a mesma porta...

sábado, 21 de novembro de 2009

E este fim-de-semana...

... I'm going in for the kill!

We can fight our desires
Ouuhh but when we start making fires
We get ever so hot
Ouuhh whether we like it or not.
They say we can love who we trust
Ouuhh but what is love without lust?
Two hearts with accurate devotions
Ouuhh and what are feelings without emotions?

I'm going in for the kill
I'm doing it for a thrill
Oh I'm hoping you'll understand
And not let go of my hand

I had my hopes out on the line
Ouuhh will they be ready for you in time
If you leave them out too long
Ouuhh they'll be withered by the sun
Full stops and exclamation marks
Ouuhh my words stumble before I start
How far can you send emotions?
Ouuhh can this bridge cross the ocean?

Shame on You...

... if you fool me once. Shame on me if you fool me twice.

Não há cá fantasias, que os contos de fadas NÃO EXISTEM! Nós nunca nos apaixonamos 2 vezes pela mesma pessoa. Se nos apaixonámos e perdemos a paixão, não há ilusões de que poderá voltar. Nem nós por alguém, nem alguém por nós!
Contra factos.. não há argumentos!

Há coisas contra as quais, simplesmente, não conseguimos lutar.

Messi...

We Miss You!



LOOOOL :)

(Só posso dizer que sou fã deste cachorro! Foi adoptado por estimação á sua personalidade descontraída, autónoma e apaixonada por... Ratas!)

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Wish List

Nascer no segundo decanato de Sagitário, confere-me prioridade na escrita da "Carta ao Pai Natal" e, por sua vez, o senhor das barbas brancas (e seus representantes) costumam lê-la antes das outras... e fazerem a coisa acontecer (in my dreams, baby!)

Como tal, sem nenhuma ordem lógica... :
  • Bilhetinho para Muse (eu sei que é antes da data... mas não custa pedir! Eu mereço!!)
  • Muse, Radiohead, Pearl Jam, Snow Patrol, Bush, Metallica, Coldplay, Skunk Anansie, Alter Bridge, Foo Fighters, Jane's Addition, Hoobastank, Dave Matthews Band, Dharma Project (e por aí em diante, esses todos que eu gosto!) - todos juntos no Rock in Rio 2010 (com Myles Kennedy a cantar In Loving Memory Of, só pra mim, nos bastidores, onde eu lhe possa gritar: Mi gonna do to you a baby, Son ó má bitch!
  • Um pópó novo... Com 4 rodinhas, fecho centralizado, ar condicionado e todas as coisinhas a que tenho direito! Nada demais, podia até ser um W Sirocco...
  • Uma pulseira de Pandora com pelo menos uma conta (pode ser a do trevo da sorte... nestas alturas dá jeito qualquer coisa na qual acreditar!) - Basta a pulseira... da Caixa só mesmo o que se diz estar no fundo...
  • Viagens - Muitas! Para todo o lado, sem grandes preferências (pode até ser uma viagem a Lisboa. Só precisa valer a pena...)
  • Ter capacidade de dar sempre o melhor de mim - em tudo! Para que sempre que falhe, que saiba que não foi por falta de esforço, que saiba que dei o meu melhor e se algo falhou, o fardo da derrota e/ou da frustação do não-alcançar, não seja meu por não tentar, mas de alguém ou de algo.
  • Que todas as barreiras que alcance sejam, apenas e só, por mérito próprio. Nunca por interesse, nunca por jogo, nunca por "dedos mágicos". Apenas pelo que sou.
  • Um gajo. De olhos verdes (ou mel, ou azuis). Que não telefone, não mande mensagens, não faça perguntas. Saiba fazer pipocas e chá de limão. Que queira viver num Lar - não numa casa vazia. Seja doutorado em fazer bébés bonitos e com vasta disposição para o treino dos mesmos... Só, e apenas, para que lhe possa dizer: Fui pó México!
  • Um GPS! Lembrei-me agora que dava um jeito do catano... para não me perder em territórios alheios... nem das festas, nem dos amigos!
  • Um CD... gravado em estúdio, por mim e mais uns marmelos - que se chamasse qualquer coisa acabada em 2.0!
  • Micro sem-fios... Bem pensado para estrear no meu concerto no Pavilhão Atlântico (com data incerta.... ainda!!!!!)
  • Bilhetes pó Benfas! E pa Portugal... preferencialmente em África!
  • Bilhetes pós concertos, sei lá... todos os giros! E pás peças de teatro, e ballet e óperas... e afins!
  • Bilhetes. (ponto)! Bida bilhetes!
  • Uma agenda... que tivesse 8 dias por semana, fins-de-semana de 3 dias e dias de 26H (para dar tempo para tudo)
  • Saúde (sem tosse, nem Gripes de letra nenhuma! Nem dores de garganta!)
  • Miminho da mamã (quase) todos os dias :)
... Pedir não custa. Sonhar não paga imposto...

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

For You *


If you're lost and feel alone
Circumnavigate the globe
All you ever have to hope for too

And the way you seem to flow
Circumnavigate in hope
And they seem to lose control, with you

Everyone of us is hurt
And everyone of us is scared
Everyone of us is scared
Not you

Your eyes closed
Your head hurts
Your eyes feel so low

(Ser) Saudade


Está dito e provado, que a Saudade é o sentimento mais Urgente de todos...

Quem o nega, que atire a primeira pedra! Que amasse este indegesto trigo e o transforme em pão! Que desenrole da areia as ondas de um mar! ... que não corra ofegantemente para a matar!

Ah saudade... o quanto devastas! Ah saudade... o quanto te afastas!
Exclamamos tua dor, suportamos teu fervor... e depois de ti? Saudade. Depois de ti, saudade.

Saudade dos dias pertencentes á tua estante, no teu lugar lá para trás num pretérito mais que perfeito, que não vem, que não volta e fica... lá... atrás. Passado que não se recupera porque já não se quer! Sol de ontem que já não serves para hoje, onde estás? - Lá atrás...

Oh tu Saudade, que levas e não trazes... Não tragas de volta pertences que aqui se perdem na realidade do tempo...

Saudade no Pretérito Imperfeito: Deixa-te ficar nesse tempo verbal!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

All I Want is U (2)

"Há coisas que nos passam tão ao lado, que só descobrimos a sua verdadeira beleza quando alguém nos obriga a parar e apreciar"

Porque... "A Paixão de uns destorna o cepticismo de outros"



You say you want diamonds on a ring of gold
You say you want your story to remain untold.
All the promises we make
From the cradle to the grave
When all I want is you.

You say you'll give me a highway with no-one on it
Treasure, just to look upon it
All the riches in the night.

You say you'll give me eyes in the moon of blindness
A river in a time of dryness
A harbour in the tempest.
All the promises we make, from the cradle to the grave
When all I need is you.

You say you want your love to work out right
To last with me through the night.

You say you want diamonds on a ring of gold
Your story to remain untold
Your love not to grow cold.
All the promises we break, from the cradle to the grave
When all I want is you.

Sexta-Feira 13 Uuuuuuuh

Eu cá não sou supersticiosa...
Só digo que há coisas do Além seja qual for o dia e o resto é blá blá blá!

Sendo que hoje é Sexta-Feira - e Sexta-Feira é o TAL dia, o dia D, aquele que todos sabemos - eu até me sinto com sorte :) Após tantos dias em completa união com cama, termómetros, comprimidos, xaropes e afins, parece que a "Maldita Sexta-Feira 13" veio para alegrar a minha semana e tirar-me da Vinha d'Alhos. Portanto, Fim-de-Semana à porta... n' Roll =D

Fica a piadinha na temática do dia :}

BOBAGEM!

PO-PO-PO-PO... (FDX!)

Fico enraivecida...

Eu cá não sou de intrigas... mas francamente! Não consigo compreender com que critérios se rege a nossa sociedade para diferenciar música boa da má! E pior!, conseguem ter a subtileza de escolher sempre a má para infernizar os meus ouvidos (e os dos demais) com o que de piorzinho se faz por aí...

Será que alguém já analisou com cuidado (que nem é preciso muito!) o novo video dessa tal de Popota??? Wegue Wegue com a Popota???
Oh por amor á Santa! As criancinhas deviam ouvir o Patinho, André Sardet, qualquer coisa! Tudo menos isto! É um atentado ás novas gerações! À música Portuguesa, aos nossos ouvidinhos e a todos os músicos que esgravetam este país, cheios de talento e andam por aí perdidos e ofuscados, à sombra de um Wegue Wegue que consome milhões!
Às vezes dou por mim a pensar que Mundo este para educar os meus filhos... Já não há estórias de encantar...
A Popota era tão amorosa quando apareceu! Ela e a Leopoldina! Ainda me lembro, carregadas de amor e solidariedade, umas melodias infantis, adequadas à quadra e à finalidade da mesma... Um Cd com as músicas lá-lá-lái e blá blá blá, tudo muito adequado de facto... Mas agora nem o raio da Leopoldina tem asas! Agora diz que é Super-Heroi!
No fundo, tudo consumismo, mas era bastante mais súbtil e agradável no meu tempo, quando nem dormia a pensar nos presentes que tinha na árvore. De facto, o espirito de Natal reside em tantos bolsos e em tão poucos corações...
Fico indignada com a porcaria que se usa para "Lavagem Cerebral" das carteiras dos papás e das mentes das criançinhas... e mais ainda, fascinada com a capacidade que nós temos de nos deixar absorver por isso... e Gostar!

O Video não é digno da Lolla e das suas Orquídeas, mas fica o Link (como prova do crime)


http://www.youtube.com/watch?v=JYe29fuXa0M

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Tecla 6 do Panasonic (REPEAT ALL WEAK)

Provavelmente o melhor dedelhado de Guitarra que alguma vez ouvi...
Perfeitamente apaixonada (L)

"Oh tu que cantas! Fazia-te 1 filho... ou 2" =8)___



Fight the fight alone
When the world is full of victims
Dims a fading light
In our souls

Leave the peace alone
How we all are slowly changing
Dims a fading light
In our souls

In my opinion seeing is to know
The things we hold
Are always first to go
And who's to say
We won't end up alone

On broken wings I'm falling
And it won't be long
The skin on me is burning
By the fires of the sun
On skinned knees I'm bleeding
And it won't be long
I've got to find that meaning
I'll search for so long

Cry ourselves to sleep
We will sleep alone forever
Will you lay me down
In the same place with all I love
Mend the broken homes
Care for them they are our brothers
Save the fading light in our souls

In my opinion seeing is to know
What you give
Will always carry you
And who's to say
We won't survive it too

Set a-free all
Relying on their will
To make me all that I am
And all I'll be
Set a-free all
Will fall between the cracks
With memories of all that I am
And all I'll be

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

O Ontem, Hoje e Amanhã



Nem tudo nesta vida está perdido, assim como nada está ganho ou garantido.

Do passado, o mal e o bem, nada pode ser modificado, mas para o futuro sim. Basta recordar que o futuro começa a construir-se hoje-não amanhã!

O que ontem fiz não posso mudar, mas posso hoje modificar, moldar e assim melhorar para que amanhã seja mais. Melhor.

"Se ontem não aceitei teu abraço, hoje contemplo tua mão para que amanhã possa abraçar teu regaço"

sábado, 31 de outubro de 2009

Eu Já Sabia...

... e não foi por isso que consegui evitar (ainda) *

domingo, 25 de outubro de 2009

Letting the Cable Sleep

"Deixando as amarras desatarem... ou como diz a outra: desata-me os laços..."




You in the dark
You in the pain
You on the run
Living a hell
Living your ghost
Living your end
Never seem to get in the place that I belong
Don't wanna lose the time
Lose the time to come

Whatever you say it's alright
Whatever you do it's all good
Whatever you say it's alright
Silence is not the way
We need to talk about it
If heaven is on the way

You in the sea
On a decline
Breaking the waves
Watching the lights go down
Letting the cables sleep

Whatever you say it's alright
Whatever you do it's all good
Whatever you say it's alright
Silence is not the way
We need to talk about it
If heaven is on the way
We'll wrap the world around it
If heaven is on the way

I'm a stranger in this town

Coisas que 1 Mulher Adulta e Executiva e Tudo Mais (como eu) Tem de Deixar de Fazer:

  • Espremer borbulhar que não existem (não é cool aparecer numa reunião com a cara em obras);
  • Comer tanta Serenata de Amor e familares (o chocolate faz borbulhas... que existem!)
  • Desejar McDonalds tantas vezes (as pessoas sérias almoçam 1 sopinha e 1 salada á hora de almoço, nos dias úteis);
  • Falar cheia de miminho quase como que a fazer birrinha (particularmente se for em público!);
  • Vestir calças de ganga largas, tops e assessorios coloridos ao fim-de-semana ( dá a entender que não se passou a adolscência!);
  • Deitar toda a santa Sexta-Feira nunca antes das 5h da matina (lembrar-me que estou acordada há quase 24h e fim-de-semana não é sinónimo de dormir 2 dias!);
  • Ter toques de telemovel panisgas e personalizados para cada pessoa (e se a meio de 1 reunião com chefe toca o "quem é gostosão daqui..."??);
  • Insistir em fazer canudinhos no cabelo em todo o lado sem dó nem piedade (diz-se por aí que revela coisas da personalidade...);
  • Acreditar que ainda há pessoas boazinhas (a não ser que a faixa etária ronde os 2 anos);
  • Colocar tantos smiles nas sms (ás vezes quem as recebe só vê asteriscos e afins... e é pouco credivél dizer algo muito serio com bonequinhos a exprimir);
  • Abulir os peluches (pelas razões óbvias!);
  • Ir ao ginásio só quando apetece (porque se é para pagar, é para usar!);
  • Conduzir 1 carro de 5 lugares achando que só dá pra 1 (porque isto de se andar sempre sozinho não pode ser para sempre!);
  • Pensar demasiado (o tempo urge... quanto mais se pensa, menos se age!);

Note-to-Miiii: Continuo a afirmar, que, de facto, há coisas contra as quais não conseguimos lutar...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Não Sei Como Chamar...

As pessoas que amamos, em quem depositamos os nossos afectos, a quem oferecemos o que somos e o que temos sem falsidade, com qualidades e defeitos, para quem somos o que somos sem medos nem perconceitos, com a maior pureza, ... têm entre mãos 2 ferozes poderes:

* O de nos fazerem felizes como só elas sabem,
* E o de nos magoarem e ferirem como ninguém faria melhor!

Quando partilho os meus medos e segredos, quando confidencio as minhas angústias e alegrias ou quando entrego de mim o que sou, não preciso que me condenem e me apontem um dedo acusador ou desfaçam a importância dos meus actos e sentimentos! Não preciso que me digam sim ou não. Que me condenem por agir ou reagir de forma correcta ou errada perante uma ou outra situação.

Porque cada pessoa é um Mundo e cada Mundo é difererente.

Não preciso que me façam sentir ridicula (e o digam!) quando com amar digo o que sinto. Quando a minha visão deste ou daquele facto não é igual. Quando tenho de deixar de ser quem sou para respeitar quem no fundo me desrespeita ao não me deixar voar. Não preciso de me sentir desconfortavél quando algo ruma a meu favor.

Só precisava que, independentemente de estar certa ou errada, que compreendessem os meus porquês e me apoiassem nas minhas decisões, concordando ou não com elas. Mesmo que me alertando dos perigos eu siga rumo divergente, que não me crucifiquem.
Que analisem comigo os 2 versos da medalha e estejam ao meu lado para me aplaudir a conquista ou dar a mão caso caia, mesmo que isso signifique alguém ganhar ou perder a razão. Não me Importa.
Porque na verdade, o amor e a amizade, nada mais são do que partilha e cumplicidade.
A partilha do que temos e do que somos. A partilha do nosso melhor e mesmo do pior. A cumplicidade que as palavras não limitam, que os olhares preenchem, que se sente apenas no coração e grandiosamente se exprime no mais puro sorriso sem nunca se conseguir explicar.
Cada um de nós é sim um Mundo, único, um Mundo que não se redime nem se anula. O teu Mundo e o meu Mundo.
E é aqui que a cumplicidade e a partilha entram naquilo que é nosso: Onde um pouco do teu mundo é já um pouco meu e onde um pouco do meu Mundo já faz parte do teu. 2 mundos que se cruzam, que encontram um ponto de partilha e que caminham, lado a lado, paralelamente, de mãos dadas na mesma direcção. 2 mundos que dão origem ao que podemos chamar de "nosso mundo" onde se guardam aquelas coisas que são só nossas.

...Coisas que são só nossas... Como se alguma vez podessem existir...

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

O Amor e uns Doutores chamados Estranhos

Acompanhando este meu estado Romântico (e tão raro!) aproveito para deixar a música de hoje... E de Sempre.

Quem ouve, ama. Quem Ama... também ouve! Palavras que não chegam, que exprimem, que sentem.... Impossivel não cair em rendição. Para ouvir: dRESTRANHOAMOR (L)



Não importa ser heroi ou Al Capone
Dá-me um final melhor. Perde os sentidos por mim.
Não importa, eu sem ti já não sou nem vilão nem heroi...
...Num Final de Hollywood

domingo, 18 de outubro de 2009

Síndrome dos Fim-de-Semana...(tem dias)


Quantos de nós não conhece os efeitos secundários da principal afecção dos trabalhadores, tão veemente chamada de 'Síndrome de Segunda-Feira'??

Pois raios partam as Segundas-Feiras!

Mas eu cá ando com uma pulga atrás da orelha com isto... É que nos últimos tempos ando com uns sintomas novos de uma doença que deve ter rebentado no mercado agora (tipo Gripe A - deve estar na moda e ainda não me apercebi!)

É que continuo com o Síndrome de Segunda-Feira, mas ando medicada e já só o sinto da parte da manhã e dura a primeira hora e meia laboral... Ás vezes tenho umas recaídas da doença aí á quarta ou quinta-feira, mas é apenas psicológica e passa com um cafézinho e uma música de passarinhos (e com caminha ao final do dia!!) Mas... chega-se ao Sábado e está tudo danado! Ao que anotei no caderninho de sintomas, só passa Domingo, depois de adormecer!!

Sexta, aproxima-se a hora de saída e é o pânico da excitação!! Jantarinho Rock n' Roll (regra geral) e depois transformação Cowboy :) e penso: "Webáaaaa! Fim-de-semana!" Mas acordo no Sábado cá com um humor... Até já pensei colocar um aviso: "Fera á Solta! NÃO APROXIMAR!" É que ora fico mole, ora irritada, ora pachorrenta, ora tomei uma injecção de guaraná e quero fazer tudo mas fico stressada por já ter perdido quase um dia a bezerrar! ... Tanta coisa pra fazer e vontade ZERO! E ao mesmo tempo, nada para fazer e falta de pachorra para inventar! Ah e tal, mais um cadinho no sofá e já vou! Valem-me os programinhas do final do dia de Sábado, para apanhar uns arzinhos frescos... E ao Domingo sair da cama só em caso de emergência! LOL

Será que isto é de abusar das Sextas-Feiras?? Hummmmmm...

Sr. Doutor, faça qualquer coisa! Que se isto se torna hábito ou me caso de imediato e tenho um filho (em modo S.O.S será JÁ AMANHÃ!) ou me torno uma W.A. (workoólica Anónima!) Faça qualquer coisa que quando chega a segunda estou a morrer por sexta-feira!!!

Se sou entendida nestas coisas da medicina, creio que me vai receitar fins-de-semana de 3 dias =) (mmmm... Se eu fosse Prazidenta metia uma lei dessas) ...

O Negócio das Putas


De facto, se há profissão que não queria ter era a de Puta! (desculpem a dureza das palavras, mas nestes termos dá mais ênfase!)
Moralismos á parte e é óbvio que não vamos debater valores nem questões de ética e realidade, mas, em forma irónica, deparei-me com um pensamento idiota mas cheio de sentido.
Eu explico.

Tenho dado por mim a levantar este sagrado rabiosque da cama a horas que não lembram nem ao Papa! Cedissimérrimo! Aquela hora em que qualquer pessoa da dita 'classe das não-preocupações' está ainda a entrar no primeiro sono (em suma, madrugada! LOL)!

Tudo isto porque me espera um dia de trabalho de vastas horas (divertidas é verdade) mas não deixa de ser TRABALHO - não emprego!
Opah, e não é que, na minha longa viagem até á sede da lide, vejo umas quantas pêgas já no ataque??

Verdade verdadinha!

Tão cedo (-.-)'

Com estas coisas da escassez de trabalho e do aumeno do desemprego, todos estamos cientes da Crise, mas nunca julguei que fosse tão profundo! De facto, o negocio da prostituição já deve ter conhecido melhores dias! É que até as pêgas já têm horário alargado! LOL Diga-se que ás 8h da matina já estão ao frio á esperas dos €€€!Nem elas merecem!

Cuidado! Com isto não tenho cá nada contra as senhoras. Que fiquem lá nos negocios delas! Não quero entrar aqui em debates nem fazer qualquer tipo de juízos de valores ás cachopas de mini-saia, mas na verdade até a Luxúria está pelas ruas da amargura! Entenda-se nas 'estradas' da pobreza...

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Can You?

The real Fucker has been busy... Busy, Busy, Busy!
O que não deixa de ser deveras agradável (pour moi, of course!)
... dias e dias que se passam sem que me possa aperceber. Uns atrás dos outros.
Algumas coisas vão ficando para trás, vão sendo negligenciadas, mas tudo se consegue, a seu tempo.

Este video, nada tem de mais. Não marca nada que queira dizer ou momento algum em especial, mas no meio do meu iFodass acabei por descobrir tal "relíquea" que já nem me recordava e há muito não ouvia... Daquelas com miminho que me adormeceu numa destas noites de bezerrice...

Fica a partilha de um video fofinho, dos Sinhores Patroles!

Not to suicide! Lol... just to Listen!
Enjoy :)



"Is it too late to remind you how we were?"
PS- No meio deste "I Love You" veio-me há mente um Porno Bar que visitei recentemente que responde: We Love You Too... Ok :) lol Novidades brevemente... há umas coisitas que hei-de publicar, que ando cheia de vontade, mas só nos entretantos... quando não tiver nada pa fazer! Para já, tenho planos! Over and Out!

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Factos de Momentos Assim...


A vida... esta marota...

A cada dia que passa, a vida vai-me demonstrando que em cada momento, há um passo a dar, seja ele qual for.
Haverá sempre uma altura para cruzar os braços, um momento para reflectir, uma pausa para desistir, um esforço para reforçar... uma brisa para respirar.
Momentos em que decidimos... em que a vida nos coloca numa encruzilhada de 2 caminhos, onde é imperativa uma decisão.

Nunca gostei de coisas impostas. Sempre fui feliz no sabor dos dias, de sozinha me prender em liberdade ao que não me exigia estar presa.
Apenas estar por querer.
Sempre disse que as coisas que queria e as que amava jamais prenderia (cliché talvez) porque sempre ouvi que o que realmente amamos fica por querer ficar.

De facto, sempre fui uma lutadora - adoro saborear a conquista depois da angústia... mas há 1 coisa pela qual nunca soube lutar. A única que nunca aprendi a fazer... e esta não será a primeira vez que o farei. O que a mim veio, e de mim se foi, a mim tornará se assim tiver de vir e se assim o entender. Não porque prendo, apenas porque vem e quer ficar. Não sei lutar. Para isso não sei. E se por isso não souber cultivar, não é por isso que me amargurarei. Se vier, que venha por bem. Se não vier, porque não haveria de ficar bem???

Nunca me fui deixando acreditar nas coisas do destino... tretas mal "dizidas" sonhadoras e impostas, traçadas - dizem - por alguém (que não sabemos quem!) Acredito que tudo a nós virá por luta, por conquista, por mérito. Mesmo que não hajam coincidências. Mesmo que por obra do além uma luz se acenda na escuridão. Nunca, nada, vem por acaso - vem porque fizemos acontecer.

Sempre fui a primeira a dar o seguinte conselho: Nós encontramos sempre forças, mesmo quando julgamos esgotar todas as fontes. E não tenho a minima dúvida disso.

Um dia, mais cedo ou mais tarde, teremos de optar. Teremos de lutar. Conquistar. Temer. Vencer.

Nem sempre as escolhas serão as mais correctas. Nem sempre desistir de lutar significa perder. Nem sempre errar nos condena. Nem sempre conseguir é assim tão dificil.

Cada decisão que tomar, fazê-la-ei em consciência. Até hoje nunca me arrependi de nenhuma decisão, de nenhuma atitude. Ponderada ou não, fui seguindo o instinto, a razão, o coração, pesando os prós e os contras, usando como factores o aqui e o agora para o amanhã e o depois - porque o futuro constroi-se hoje! - não amanhã! E é facto que fui mal sucedida tantas vezes. E é facto que fui mal interpretada. E é facto que fui feliz, á minha maneira, moldando cada vitória e cada derrota... no fundo, gosto de perder. Gosto de desistir. Gosto da dúvida. Não aprendo quando sorrio, porque o sorrir em mim é inato. Vem-me da alma. É puro. Aprendo quando choro, porque na minha essência a lágrima não fazia parte. É quando aprendo com que mão limpo a minha derrota e com que braço abraço a conquista.

De facto, ser humano é poder errar e corrigir. É poder chorar e sorrir. É poder perder e conquistar. É poder TUDO, basta querer e acreditar. E se o tudo não for o tudo que queremos, então é porque não queriamos bem...

Gosto que me surpreendam. Gosto da previsibilidade de se ser tão imprevisivel. "Surpreende-me!" - digo tantas vezes isto...

E de facto, o sabor terno do lento passar dos (muitos) dias surpreendeu-me monstrando-me que, definitivamente, há coisas contra as quais não podemos Lutar...


segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Voz na Alma (fechar os olhos... e ouvir)

Dizem por aí que há quem tenha alma na voz...
Estupidamente fui-me fiando nessas palavras lançadas ao vento, pronunciadas em vão, para no fim descobrir que na originalidade de se ser único, tem-se, só e apenas, voz na alma...
Sem egocêntrismos, fica esta música que hoje me trouxe ao coração o calor de umas lembranças saudosas mas felizes. Doces mágoas de sorrisos inocentes, puros e eternos *




* Não se perde tempo a ver este video... basta fechar os olhos e ouvir *

Tu estás livre e eu estou livre
E há uma noite para passar
Porque não vamos unidos
Porque não vamos ficar
Na aventura dos sentidos

Tu estás só e eu mais só estou
Que tu tens o meu olhar
Tens a minha mão aberta
À espera de se fechar
Nessa tua mão deserta

Vem que o amor
Não é o tempo
Nem é o tempo
Que o faz
Vem que o amor
É o momento
Em que eu me dou
Em que te dás

Tu que buscas companhia
E eu que busco quem quiser
Ser o fim desta energia
Ser um corpo de prazer
Ser o fim de mais um dia

Tu continuas à espera
Do melhor que já não vem
E a esperança foi encontrada
Antes de ti por alguém
E eu sou melhor que nada

Under The Spotlight

Assusta-me pensar que por detrás desse olhar de anjo, desse sorriso puro e inocente, desse ar doce e apaixonado, existe um ser tão forte...
Mais me assusta saber que após levantar o véu que cobre essa armadura de lutadora amazona, de força, garra e convicção existe um ser tão frágil...
Um coração tão puro. Uma fera por desbravar...


Since the first smile you were the greatest
How could those bad guys take you away?
This world turned into a darkest place
Only the sky became a little brighter...

Those images passed me by and they're tearing me apart
'Cause everytime I close my eyes, I can feel you heat
When I eat my knees scratching skin in agony
I know you can hear me, 'cuz when i'm falling you just catch me

My angel, my little star, no matter how far you are
Will you Kiss me?
Did You miss me?
You're a star! Everybody is a star... and i love you for who you are...

Não importa a distância que existe entre nós. Importante é o passado, o presente e o após. Ter-te conhecido e o quando és especial para mim. Este amor que sinto é um sentimento sem fim. Recordo nossos momentos de alegria, felicidade e harmonia que contigo sentia. Invitável é dizer que te venero! Nosso relacionamento sempre foi real e sincero. E eu quero - e VOU - manter-te dentro do meu peito, recordar nosso amor e o nosso respeito. O que te prometi, demorou mas está feito... És o meu anjo da guarda.. Meu AMOR PERFEITO (L)

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Os Eternos "Mete-A-Llica" e "A Raiva Contra as Máquinas"

Para acompanhar o fim-de-semana :) Mi Likes!



Waiting for the one
The day that never comes
When you stand up and feel the warmth
but the sunshine never comes

And to the real fuckers... RATM *



What we don't know keeps tha contracts alive an movin'
They don't gotta burn tha books they just remove 'em
While arms warehouses fill as quick as tha cells
Rally round tha family, pockets full of shells

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Água VS Vinho

Dizer-se-á por aí que as coisas dos inteligentes são muito dificeis de explicar e compreender, mas eu, como Supra Inteligente que sou (diplomada, faxavôre!), deixo um estudo recente (de há bué de anos!) acerca da Água e da Vinhaça, muuuuito simples de entendimento.
Foi por estas que me tornei Super Provadeira e Apreciadeira e Escolhedeira de Vinhaças que, diga-se de passagem, té que tenho jeiteira!

Pumbas! Cá vai:

Ficou comprovado, mediante uma séria pesquisa científica, que se beberes mais de 1 litro de água por dia, durante 1 ano, no final do ano terás ingerido mais de 1 quilograma de coliformes fecais que estão diluídos na água, ou seja: UM QUILO DE MERDA !!!**

Já bebendo VINHO.... não se corre esse risco, uma vez que esses coliformes não sobrevivem ao processo de fermentação.

Está dado o alerta!

Quem tiver consciência vai chegar à conclusão de que :

"É melhor beber vinho e dizer umas merdas, do que beber umas merdas e não dizer nada".

E com esta vou pa XPTO!

Coldfinger (velhinha mas merece a pena ouvir)

Há uns anos atrás... Toca o telefone...

- Nina, vamos ouvir a nossa música agora?
- AGORA??? Como assim??
- É surpresa! 'bora e cala-te!

E foi desta forma que descobri que os Coldfinger eram portugueses, estavam ali e o marido da Margarida era nada mais, nada menos, que colega de curso do namorado da minha melhor amiga! (O Mundo só me tem provado o quão pequenino é...)

E passei uma noite inesquecível... Já lá vão uns anos, mas não perderei jamais a memória daquele palco... e Viva o Pinto Azul e o seu Punks Punks, né Tisha?? Esta é pa ti (L)




Don't stop moving, you must keep on going
Don't you stop believing,
'Cause it's people like you make the world go...

Os Sopranos (coisas Pénicas e afins!)

Há uns meses que ando a ganhar coragem para papar a 1ª temporada d'Os Sopranos, que me foi oferecida com tão bom coração e intenção, sendo que teve de vir de Inglaterra de propósito e sei bem o "espumar da boca" que foi ir buscá-la aos correios...

Andei a magicar uma formúla de me deliciar com o presente e passar um bom tempinho no relax, apesar de saber que era tarefa pouco descontraída papar tanto episódio em inglês, sem legendas (nem tugas, nem inglesas...) Eu safo-me bem no Ingléski (não passava fome certamente! LOL) , mas é preciso atenção redobrada e andei a adiar... Tava a ver se arranjava quem fosse solidário e partilhasse a atenção, para ser a dobrar, mas de facto, há coisas que uma pessoa tem mesmo de fazer sozinha - e esta é mais uma delas!

Mas eis que ontem, cheia de coragem e com muita moral, quase quase a deixar-me levar pela emoção, pensativamente a fazer contas ás horas que iria passar entre ver cada episódio e percebê-lo, que ligo o meu Supra-Plasma (de 2" loool) e me deparo com um episódio Sopraneiro deveras caricato...

Fica a frase para a prosperidade:

"Não tem havido contacto Pénico com a Volvo dela..."


Fiquei com "vontades" mas... Vejo a porra da 1ª temporada amanhã (entenda-se... 1 dia destes... amanhã ou depois... ou depois... ou hoje ainda!) Whatever!

*

Não Há Coincidências...

Quando:

  • Pensas numa pessoa e ela liga;
  • Estás a escrever uma mensagem e a pessoa para quem a estás a enviar te manda uma ao mesmo tempo;
  • Curiosamente a mensagem que acabas de receber começa exactamente da mesma forma que aquela que estavas a escrever;
  • O (a) teu (tua) novo (a) namorado (a) tem, desde infância, a mesma alcunha que tu deste como nome carinhoso ao (á) teu (tua) ex;
  • Ficas sem gasolina precisamente a 100m da bomba;
  • Recebes uma proposta alucinante para trabalhar numa clinica dentária e momentos depois o teu dentista te envia um sms a dizer que ganhaste 500€ em tratamentos;
  • A tua última (e única) moeda de 1€ não entra na máquina dos chocolates e não há ninguém por perto para ta trocar... nem nenhum sitio para comprar chocolates - senão ali;
  • Viras o teu mundo de pernas para o ar para fazeres uma viagem... que nunca chegas a fazer;
  • A última pessoa que querias ver á face da Terra é exactamente a primeira que encontras, de manhã, a saires de casa, num daqueles dias em que devias era ter ficado na cama;
  • Te nasce uma gigantesca borbulha bem na ponta do nariz, logo naquele dia do "grande encontro" ou da "grande entrevista";
  • Sais de casa num belo traje primaveril e cai um camadão de chuva - exactamente numa daquelas alturas em que não existe por perto o raio de um sitiozinho qualquer onde te possa abrigar;
  • Deixas o carro num sitio... e o vais encontrá-lo noutro;
  • Um dia que se previa ser o mais perfeito de todos se transforma no pior dos ultimos tempos;
  • Alguém que não conheces de lado algum tem um livro que explica o porquê desse teu tique nervoso, que tu julgas ser naturalissimo;
  • Planeias um fim-de-semana surpresa á tua cara metade... e ela te deixa sexta-feira de manhã;
  • Simplesmente, recebes um gigantesco ramo de rosas quando o que te faria feliz era, só e apenas, uma pequena orquídea...
Isto (entre tantas outras coisas) só prova que o Mundo teima em conspirar contra os teus quereres, apenas para te relembrar que NUNCA poderás deixar que as tuas Emoções se sobreponham á Razão...

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Show Must Go On...

Hoje apetece-me esta (não vou dizer porquê!!) - Dá-lhe Freddie!



Empty spaces - what are we living for
Abandoned places
I guess we know the score
On and on, does anybody know what we are looking for...

PS- Porque queria a porra de uma música que tá toda quilhada e não deixam sacar... devia perceber mais desta porra de geringonça DAMN!... I Say, FUCK'EM (-.-)'

Ken Lee

E a Propósito do Ken Lee...



(Sou Fã)

Just to Remember the Thunder

E quem não se lembra da gigantesca trovoada que abateu sobre a grande lisboa (e arredores) na madrugada de 9 de Setembro?


I Do!
Mi no Likes!
Mi likes trovoades e not afraides, mas mi no likes don't sleep because the trovoades are BUM!!... maybe mi no sleeps porque tava adivinhates trovoades! LOL *

Fica a foto da Ponte Vasco da Gama... Just to remember *

* Likes Mi Ingléski? Ken lee tulibu dibu dotchiú...

Zodíaco do Rock (God Damn!)


Esta é uma daquelas coisas que uma pessoa não pode guardar só para si... Tive de partilhar!

E Tu, de que Signo és?


CARNEIRO
É entusiasta e energético, por isso só faz é merda. Leva tudo à frente até bater com os cornos na parede. E depois chora porque é um maricas de merda. Gostam de desporto mas têm mau perder como o caralho.

TOURO
Calmos e tenazes, mas é só de aparência porque são invejosos e teimosos
como os cornos que têm na cabeça
(mas no verdadeiro sentido da palavra, porque são muitas vezes encornados
por serem péssimos no sexo).
Comem que nem umas bestas e de boca aberta.

GÉMEOS
Falam como o caralho mas não dão uma para a caixa.
Babam-se e deitam perdigotos para cima de quem falam.
São uns filhos da puta que só pensam neles e nas gajas ou gajos que
querem mocar...
sim os gémeos papam tudo o que lhes aparece à frente, desde o padre da
paróquia à velhinha com Alzheimer.

CARANGUEJO
São amorosos e sonhadores por isso metem nojo aos porcos.
Sempre com cara de parvos são muitas vezes apanhados a masturbar-se em
gabinetes de prova de roupas porque não arranjam ninguém que lhes queira
tirar os 3.
Vestem-se mal porque mesmo aos 40 são as mães que lhes escolhem a roupa.


LEÃO
Altivo e normalmente muito bonito, o que faz com que seja arrogante e
petulante...mas tão petulante que só dá vontade de lhe arrebentar a tromba
à chapada.
Têm a mania que são bons mas são uma merda cagada porque têm muitas vezes
hemorróidas o que lhes impede de fazer sexo anal (que adoram).Usam muitas
vezes o cabelo estilo emigrante.

VIRGEM
Organizado e metódico, tem a mania de guardar os preservativos usados
para não esquecer de quantas já deu.
É apanhado muitas vezes nas dunas a masturbar-se com revistas da Mónica e
do Cebolinha..
Tem pavor de sexo oral pois receia engasgar-se.

BALANÇA
Com ar simpático mas completamente desequilibrado. Tem ar de louco.
Costuma falar sozinho nas esplanadas e tem tiques de bicha.
Gosta de arte mas acha que a Mona Lisa é uma marca de desentupidor de
sanitas... portanto é mesmo um burgesso... uma besta quadrada.
Tem muitas vezes apenas um testículo.

ESCORPIÃO
É dinâmico, mas falta-lhe ali qualquer coisinha.
Geralmente falta-lhe o bom senso para perceber que não pode passar o dia
a enfiar o dedo no cu e a cheirar.
Costuma ter doenças venéreas porque prefere enfiar o preservativo nos pés
enquanto faz sexo.
É pálido e tem sempre aspecto cadavérico.

SAGITÁRIO
Divertido, faz muitas vezes figuras tristes por se
despir em público com as cuecas habitualmente cagadas e mijadas.
O seu vocabulário é limitado e tem olhos de carneiro-mal-morto.
É bastante peludo e tem o hábito de fazer tranças nos pintelhos.

CAPRICÓRNIO
Inteligente mas tem a mania que é mais que os outros. Por esta razão é
muitas vezes espancado e violado.
Gosta de gritar durante o sexo e de morder as bordas do cu do/da
parceiro/a.
É alcoólico e costuma ter sempre a casa que mete nojo.


AQUÁRIO
É um visionário. Mas não vê muito mais além que a ponta do seu nariz pois
é muitas vezes um cegueta com óculos tipo fundo de copo 3.
É um azarado de primeira e costuma pisar merda com frequência.
O seu aspecto porco e sujo faz com que tenha poucos amigos.


PEIXES
É amável... mas só quando lhe convém. É interesseiro mas sofre de consciência pesada. Devido aos nervos tem a pele escamosa a contrastar com o cabelo oleoso. Gosta de ser maltratado(a) e abusado(a). Aprecia chuva dourada e spanking

terça-feira, 22 de setembro de 2009

La Vache Qui Rit =D

Estava generosamente a mexer na "lancheira" que eis que encontro algo que me trouxe emoção...
Vá-se lá perceber porquê!


Eu cá na sô dos Açores, mas minha Vaca já cá canta!
- Oh, Wiwia, queres um capote de weite? :)

Hello Fucker, sorry for the delay! The real fucker has been busy today!

Hoje apetece-me falar muitas coisas :)

O que me tenho rido nestes ultimos tempos graças a este instinto natural que eu tenho de ser mais homem que gaja! lol

Sim, é verdade, já dei por mim a apitar ás miúdas e a gritar: Óh Boua!
Enfim, ás vezes acho que sou mesmo divertida (",) Discorde quem quiser!
As opiniões são como os pintelhos: Todos temos muitos! looool

Bem, mas isto para contar que ás custas de "Dharma" fiz uns amigalhaços que me fazem dores nos abdominais de tanto rir! Tudo começou porque Dharma Project tem uma banda sósia chamada Dharma que até que nem é de cá, mas que o capeta fez questão de arranjar maneira de cá vir!
Ah e tal, troca conversa, 'bora é juntar os dharmaleiros todos e fazer uma cena dharmallicious.
- Dharmallicious? Cool! Soa a Chupa-Chupa!
- Chupa-Chupa? Isso é um bocado panisgas, sendo que somos só gajos.
E eu pensei... Yah!...
- Mas não deixa de ser cool... Eu sou de morango, e vocês vão ser de quê?
E eu, que não me contenho na estupidez que me sai das entranhas respondi:
- Eu, antes que eles escolham primeiro, quero ser o misto!
LOOOL *
Conclusão: é assim que uma pessoa ouve destas: "e eu a pensar que era um ganda maluco...!"

No meio do entusiasmo, ah e tal, 'bora é falar do Grande (amigo) Zé Cid (esse é que é um ganda maluco!) e da sua entrevista alucinada na Playboy deste mês... (Digo-vos que ele declara que no tempo dele eram pobres e que por isso fumavam um cigarrinho entre todos nos camarins. Um cigarrinho daqueles para rir... E que no final de contas, 1 cigarrinho não era considerado toxicodependencia... OMG!)
E ouvem-se destas: Mas tu compras a playboy?? Oh Fuck! (-.-)'
(eu esclareço: só comprei 1vez... porque me pediram... não era para mim... sorry. Sorry. Sorry.)

Após o esclarecimento dos derivados de Dharma - Dharmallicious, Dharmalleiros, Dharmafuckers, Dharmakillers, Dharmacrazys e afins, eis que recebo um mail com o seguinte titulo:

"Hello Fucker, sorry for the delay! The real fucker has been busy today!" **

E desta forma só me lembrei o quanto me delicio cada vez que digo: "Hello Fucker!" :D

** Este é mais um exemplo de como a cadeia docente neste país (que vou conhecendo por aí e por aqui) é, de facto, muito á frente! Malta do Rock!

A Sofrer por Antecipação... :)

Não ando a contar os dias, nem a fazer risquinhos na parede, nem tão pouco estou em pânico... mas a verdade é que já sofro por antecipação só de pensar neste dia... Uh! Uh! Uh!

Venha Muse que o resto já cá canta =D




I can feel my world crumbling
I can feel my life crumbling
I can feel my soul crumbling away
and falling away
falling away with you

Façam o Favor de Ser Felizes!

... Já o dizia Raúl Solnado...

Esta será provavelmente a entrada mais digna de leitura deste monólogo, apesar de ter perfeita noção de que ninguém lê esta porra (e ainda bem que assim é!)

Neste último mês deparei-me com 2 situações idênticas à minha volta, na minha vida, que me provocaram tamanha angústia. Que me fizeram pensar que se deste modo não há forma de acreditar, então nunca haverá! E se assim é, quem deixa de acreditar (um dia) sou eu...

4 pessoas. 2 casais. 2 pessoas que se gostam. Gostam-se e não dão oportunidade ao amor.
2 pessoas que se separam, sem razão, sem motivo, apenas porque sim. Mas que gostam uma da outra.
4 pessoas distintas. A mesma situação.

O que vos tenho a dizer é muito simples, não é preciso acreditar que pode dar certo, porque já tem tudo para que seja perfeito. Basta não desistirem. Que vos impede?
Não é porque vos separa um oceano, não é porque os motivos pessoais ou profissionais falam mais alto - Não pode ser! Não é porque um é médico e o outro trapezista. Não importa se um gosta de chocolate e o outro não. Não importa que um veja bola e o outro faça compras! Todas essas coisas são compativeis! Porque não haveriam de ser??? Nós somos o que somos em qualquer parte do Mundo, faça chuva ou faça sol.
Querer é tão fácil. E nem sempre o fácil se torna assim tão tão dificil.
É que enquanto viverem dessa forma nunca estarão em condições de serem felizes - pelo menos não na totalidade. Pelo menos não para o amor.
Não estão em condições de amar quem amam, nem de estar sozinhos, nem tão pouco de amar outra pessoa. Vão-se deixando morrer lentos, no lento morrer dos dias, para chegarem á triste conclusão que tudo o que se atravessa no vosso caminho é apenas uma forma de extravazar, para depois cairem no mesmo. Julgam-se felizes, e não estão. E quando o percebem, alguém sai a perder... e normalmente são sempre vocês. Porque as pessoas que deixam pelo meio sobrevivem e renascem e já nem se incomodam com isso.
Iludem-se com pessoas fantásticas, que queriam amar - e nunca amam. E vão aumentando essa vossa dor. Só e apenas, porque não querem acreditar! Porque desistem. Desistem só porque sim. Porque lutar dá trabalho.

É divino Acreditar que tudo é possivél. Acreditar que a distância pode deixar de existir. Acreditar que é possivél mudar uma vida para melhor. Acreditar que tudo pode fazer parte do mesmo mundo - basta querer! Acreditar que nem sempre as prioridades estão bem colocadas na pirâmide. Acreditar que SIM, que NADA vos impede de estarem juntos... E então porque continuam separados?
É nisto que eu quero acreditar num dia em que eu própria seja protagonista de uma mesma história...

FAÇAM, POR FAVOR, O FAVOR DE SEREM FELIZES!
É uma ordem!

(Neves - esta é, também, para ti)

Posto isto, só me apetece finalizar com um pequeno diálogo que tive ontem com alguém que um dia já abracei com outro abraço:
- Se calhar acho que o melhor mesmo é estarmos sozinhos...
Ao que retorqui, sem pensar sequer:
- Nunca tive tanta certeza disso!

E quem sou eu para dar opinião...
Apenas queria expressar como me faz sentir a infelicidade de não se ser feliz apenas por capricho...






segunda-feira, 21 de setembro de 2009

O Amor é Fodido


- Oh páh, tu tens de ler este livro!
- Tenho? Porque...?
- Epah porque é mesmo fixe... mas ...
- Mas...?
- Vais ficar com uma depressão...!

Pensei: Depressão não existe no meu vocábulo (não sei o que significa)

E a verdade é que descobri, que ainda há na terra alguém muito mais louco que eu! Quem diria??

Miguel: Tu sim és um ganda maluco! Essa tipa deu conta de ti!LOL *


" Nascemos todos com vontade de amar. Ser amado é secunário. Prejudica o amor que muitas vezes o antecede. Um amor não pode pertencer a duas pessoas, por muito que o queiramos. Cada um tem o amor que tem, fora dele. É esse afastamento que nos magoa, que nos põe doidos, sempre á procura do eco que não vem. Os que são bem-vindos, ás vezes, mas não são os que queremos. Quando somos honestos, ou estamos apaixonados, é apenas um que se pretende.
Tenho a certeza que não se pode ter o que se ama. Ser amado não corresponde jamais ao amor que temos, porque não nos pertence. Por isso escrevemos romances - porque ninguém acredita neles, excepto quem os escreve.
Viver é outra coisa. Amar e ser amado distrai-nos irremediavelmente. O amor apouca-se e perde-se quando se dá aos dias e ás pessoas. Traduz-se e deixa de ser o que é. Só na solidão permanece. [...]
Tenho o meu amor, como toda a gente, mas não o usei. Tenho também a minha história, mas não a contei. O romence que escrevi, escrevi-o para quem não quer saber dos amores ou das historias de ninguem. Não contei nem inventei nada. Não usei nem pessoas nem personagens. Fugi. Quis mostrar que pertencia ao mundo onde o amor, como as historias e os romances, existem só por si. Como se me dirigisse a alguem. Outra vez. É sempre arrogante e pretencioso escrever sobre uma coisa que se escreveu. Apenas posso falar do que foi a minha vontade: escrever sobre o amor, sem traí-lo, defini-lo ou magoá-lo; deixando-o como era, antes da primeira palavra que escrevi. Seria inadmissivel pôr-me aqui a cismar se consegui ou não fazer o que eu queria. Como seria dizer que não sei. Sei. Sei que não consegui. Só espero não tê-lo conseguido bem."

Miguel Esteves Cardoso

Ouvi Dizer...

"... que o Amor é uma Doença, quando nele julgamos ver a nossa cura"




Ouvi dizer que o nosso amor acabou.
Pois eu não tive a noção do seu fim!
Pelo que eu já tentei,
Eu não vou vê-lo em mim:
Se eu não tive a noção de ver nascer um homem.
E ao que eu vejo,
Tudo foi para ti
Uma estúpida canção que só eu ouvi!
E eu fiquei com tanto para dar!
E agora
Não vais achar nada bem
Que eu pague a conta em raiva!
E pudesse eu pagar de outra forma!

Ouvi dizer que o mundo acaba amanhã,
E eu tinha tantos planos pra depois!
Fui eu quem virou as páginas
Na pressa de chegar até nós;
Sem tirar das palavras seu cruel sentido!
Sobre a razão estar cega:
Resta-me apenas uma razão,
Um dia vais ser tu
E um homem como tu;
Como eu não fui;
Um dia vou-te ouvir dizer:
E pudesse eu pagar de outra forma!
Sei que um dia vais dizer:
E pudesse eu pagar de outra forma!

A cidade está deserta,
E alguém escreveu o teu nome em toda a parte:
Nas casas, nos carros, nas pontes, nas ruas.
Em todo o lado essa palavra
Repetida ao expoente da loucura!
Ora amarga! Ora doce!
Pra nos lembrar que o amor é uma doença,
Quando nele julgamos ver a nossa cura!